carreira realização profissional

CARREIRA: Você se sente realizado (a) profissionalmente?

REALIZAÇÃO PROFISSIONAL: VOCÊ SABE O QUE SIGNIFICA?

 

Se você está feliz com o seu trabalho o papo de hoje não é com você. Mesmo assim, Já aproveita que está aqui e assina a  newsletter, logo ao lado ou lá embaixo, no final do post Assinando, as novidades e o que eu não posto aqui no blog, você recebe direto no e-mail. Aproveita e olha os outros posts clicando AQUI.

 

E, se você ainda não tem certeza se está tão feliz com sua vida profissional, me diga (quero dizer, pense… ): de 0 a 10, o quanto você se sente realizado profissionalmente?

 

 

 

 

Vai pensando e lendo ao mesmo tempo! ;-). Eu deixei um presente bacana para você lá no final do post, porque eu sou dessas! 😀

 

A realização profissional e pessoal vem de dentro para fora. Por isso, é perfeitamente possível que uma pessoa ocupe um excelente cargo, tenha remuneração acima da média e, ainda sim, não se sinta plenamente realizada.

 

 

“Não se deve confundir trabalho com emprego. Emprego é fonte de renda e trabalho é fonte de vida. Muitas pessoas encontram no emprego o trabalho que querem ter. Isto é: a obra que querem produzir. E outros não encontram”.  Sérgio Cortella

 

COMO VOCÊ TEM SE SENTIDO EM RELAÇÃO AO SEU TRABALHO?

 

 

É muito comum escondermos de nós mesmos aquilo que não estamos querendo ver ainda. Seja por acreditar que não saberemos lidar com a situação ou pelo que o custo da mudança nos resultará.

 

É como dizem: crescer dói!


Experimente perguntar a você ou a qualquer pessoa como ela está no trabalho. A resposta, certamente, será um “bem”… A questão é saber o que esse bem, realmente, significa.

 

Já percebeu como a correria do dia a dia, os compromissos, contas a pagar e tantas outras urgências vão sugando nosso tempo e energia? E, com tantas tarefas e compromissos, vamos adiando o nosso encontro com nós mesmos.

 

O nosso corpo e subconsciente até que nos mandam sinais através dos sonhos, de uma enxaqueca que não passa, dores nas costas, no pescoço, angústia, ansiedade, depressão, entre outros sintomas. A primeira saída, normalmente, é a medicação. Afinal de contas, o dia só tem 24 horas e não temos tempo a perder. Será?!

 


Baixe aqui meditação guiada com ho’oponopono.

 


Você já se pegou afirmando que não tem tempo porque tem muita coisa para fazer, mas chega no final do dia e sente que não produziu nada, inclusive, não fez nem a metade das coisas importantes que havia se proposto?

 

Você sente que é a hora de reavaliar suas escolhas profissionais? Repensar quem você tem sido no seu trabalho e quem você decide ser? De encontrar formas e estratégias de ter mais alegria e satisfação naquilo que você faz todos os dias da sua vida?

 

Então, se você chegou até esse parágrafo, se permita seguir adiante e refletir sobre suas escolhas profissionais e qual postura você pretende adotar a partir de agora. 

 

SE ADAPTANDO ÀS MUDANÇAS

 

Como você tem se adaptado às mudanças?

 

“Sem mudança o progresso é impossível, e quem não pode mudar sua mente não pode mudar nada”. George Bernard Shaw

 

 

 

 

Nós somos chamados a escolher muito cedo aquilo que acreditamos que faremos pelo resto de nossas vidas.


O que você vai ser quando crescer?


Ouvimos e seguimos repetindo essa frase muitas vezes focando no que a nossa família acredita que é melhor,  de acordo com as tendências do mercado, e não, nas nossas características, dons e talentos verdadeiros. A realização profissional e pessoal, nesses casos, não é  relevante na tomada de decisão, ou nem foi levada em conta.


Acontece que o mercado já não é o mesmo, assim como as pessoas não são. O mundo está em constante movimento e as mudanças são inevitáveis.

 

Então, fazer algo focado em uma suposta garantia de estabilidade pode não ser a melhor escolha quando não traduz a nossa verdade, quem realmente somos .

 

A tão sonhada estabilidade …

 

Quantas pessoas que você conhece estão estudando para concurso ou têm planos de ser funcionário público concursado?


Muitos estudantes de Direito, por exemplo, têm optado por obter o diploma de bacharel com o objetivo exclusivo de passar em um concurso público. Alguns, sequer, chegam a advogar ou se imaginam exercendo o ofício. Após a formatura, seguem em direção ao cargo dos sonhos, muitas vezes focados, tão somente, na “estabilidade” e retorno financeiro.


E qual o perigo disso? Se perder no meio do caminho. Fazer qualquer concurso para, depois da estabilidade ou da aposentadoria, começar a, finalmente, fazer aquilo que gostam. Passar o dia atrás de um computador, atendendo pessoas ou arquivando documentos infeliz e reclamando. Adoecer, perder tempo e tantas outras consequências desagradáveis.

 


 

 

Optar por ser concursado deve ser uma escolha consciente e com motivos que ultrapassem a questão exclusivamente financeira. A viagem até o cargo deve ser aproveitada, fazer sentido. Porque, apesar da maior batalha ser consigo mesmo, existem muitas pessoas cada vez mais preparadas para um número limitado de vagas.

 


Por isso, o processo de coaching, focado no autoconhecimento, é tão importante nessa fase para os concurseiros.

 

 

O mundo do trabalho em mutação

 

 

Já não adianta apenas ser um bom médico, advogado, terapeuta, psicólogo ou nutricionista e ficar sentado esperando os clientes aparecerem, não é verdade? O jogo do mercado mudou, está mudando, assim como a economia, as pessoas e tantas outras variáveis.

 

Profissões deixam de existir, novas funções vão sendo criadas.


A flexibilização das leis trabalhistas é uma realidade e já tem sido objeto de regulamentação, como se observa da recente Lei nº13.467/2017, que promoveu diversas alterações na Consolidação das Leis Trabalhistas – CLT.


Se você tem se sentido muito confortável na sua profissão, certamente, algo não vai bem… É bem provável que você esteja fazendo um grande esforço para se adaptar ao desconforto. E que preço você está pagando por isso?

 

 


ENTÃO, QUAL É A PROFISSÃO DO FUTURO ?

 

 

A profissão do futuro é aquela que te realiza!

 

 

Realização profissional não significa ter uma vida plenamente estável, fácil, tranquila e segura. Muitas vezes, fazer algo que amamos nos exige mais tempo, dedicação, investimento e coragem. A diferença é que o desgaste em fazer o que não gostamos ou odiamos é que constitui o grande desafio.

 

 

 

Quem imaginaria que ser youtuber ou digital influencer poderia ter tanto destaque? Quem garante que ser servidor público será sinônimo de estabilidade nos próximos 10 anos? fazer uma faculdade e ter pós-graduação são garantia de um bom emprego? Até quando o youtube, instagram e facebook permanecerão com as mesmas características? O quanto o que você faz hoje pode vir a se tornar um desafio nos próximos anos?

 

 

Não estamos presos a uma carreira na qual a realização profissional e pessoal ficam em segundo plano. Muito menos, fadados a sermos infelizes na maior parte das nossas vidas, quando, em regra,  estamos exercendo o nosso ofício. Se ajustes precisam ser feitos, a hora é agora!

 

 

Então, de 0 a 10, já sabe a nota?

 

 

Clique AQUI e baixe a ferramenta de Realização Profissional para começar a gerir a mudança que você deseja.

 

 

 

Baixe AQUI a ferramenta de realização profissional.

 

 

Veja também:

 

COACHING É PARA VOCÊ?

PROPÓSITO DE VIDA: 7 PASSOS PARA SE RECONECTAR COM O SEU

HO’OPONOPONO: AUTOCURA E LIBERTAÇÃO EMOCIONAL

COMO COMEÇAR A MEDITAR EM 5 PASSOS SIMPLES

CARREIRA: VOCÊ SE SENTE REALIZADO (A) PROFISSIONALMENTE?

OUÇA O PODCAST AQUI:

 

 

Meditação guiada 01 – Afirmações para o dia a dia  AQUI.

Meditação com Ho’oponopono da manhã AQUI.

 

 


Fez sentido para você? Lembre-se de curtir e compartilhar!

Clique AQUI para conhecer mais sobre os meus programas de autoconhecimento e desenvolvimento pessoal!

Faça o que ama ou ame o que faz, seja feliz, volte sempre aqui e continue brilhando! 🌟 🌟

 

Renata Rocha 🌟

ATENÇÃO: A reprodução parcial ou total deste texto é protegida por Lei.
Para usar este texto entre em contato com a autora
.

4148188

Comments

comments