trabalhar

VOCÊ VIVE PARA TRABALHAR, TRABALHA PARA SOBREVIVER OU O TRABALHO FAZ PARTE DA SUA VIDA?

Trabalhar  ou  Ser/ Ser e Trabalhar.

 

O importante não é saber como você chegou até aqui, mas sim, que você saiba onde está e para onde decide ir. Renata Rocha


Certa feita, conversando com uma criança sobre o que ela gostaria de ser “quando crescesse”, ela me respondeu prontamente: médica. Como boa coach que sou, quis entender o que a motivava, tão cedo, a ter escolhido esse ofício. Então, perguntei o que ela mais gostava de fazer e ela me disse: ensinar. E seus olhos brilharam quando ela me relatou que amava fingir que era professora enquanto ensinava para suas bonecas.


Então, questionei, carinhosamente, por que tinha decidido que seria médica. Ela me falou reflexiva: eu tenho que ser médica porque minha mãe disse que professor ganha pouco.


As atividades que você realiza no seu dia-a-dia têm um porquê, um significado? A maior parte das suas tarefas, quando realizadas, te aproximam de um objetivo desejado? O que te motiva a fazer o que você faz? Você sabe para onde está indo e por quê?

 

 

Somos constantemente influenciados pelo meio a respeito do que devemos ser, ter e fazer, absorvendo crenças que nos limitam e nos aprisionam em realidades completamente distintas daquelas que são a nossa verdadeira essência. Então, deixamos de oferecer para o mundo nossos verdadeiros dons, de realizar o nosso propósito para atender às expectativas de outras pessoas.

Meninos não choram; Você tem que passar em um concurso; direito e medicina são as melhores profissões; Mulheres só são realizadas e prósperas se casarem e tiverem filhos; Mulher é sexo frágil; tem que fazer faculdade; arte não dá dinheiro; Baiano é preguiçoso e por ai vai.


Quando se caminha em uma direção somente pelo outro (marido, filhos, pais, etc) e/ou em razão do que as outras pessoas vão pensar, as chances de desistir, de se frustrar ou, mesmo com todo sucesso que se possa ter, viver com a sensação de vazio, são bem maiores. Muitas pessoas têm uma vida maravilhosa e próspera, mas não são felizes. E outras tantas encontram a felicidade quando decidem viver uma vida com mais propósito. 


O que leva uma pessoa a escolher uma profissão, um determinado relacionamento, uma forma de se portar diante da vida?


Viver a nossa verdade, ser quem somos, é o caminho que nos conduzirá à realização e plenitude. E, quanto antes descobrirmos isso e decidirmos reajustar a nossa rota, melhor. Evitaremos sofrimento, angústia e tantas outras dores que quem vive uma vida sem propósito sabe muito bem identificar.


No meu programa, utilizando ferramentas de coaching e programação neurolinguística, apoio meus coachees a redesenharem seus papéis de acordo com sua essência, escolherem uma nova jornada e entrarem em ação, revelando a sua melhor versão.


Um dos objetivos do processo de coaching, inclusive, é encontrar estratégias e criar o plano de ação necessário para que possamos entrar em ação e continuar firmes na direção dos nossos sonhos e metas. 


Seja o que for, comece o quanto antes. Comece a dar o primeiro passo agora, seja lá o que venha depois. Sinta o sabor do desconhecido e seja você no seu melhor.


Você não está sozinho (a), conte com minha ajuda!


Fez sentido para você? Lembre-se de curtir e compartilhar. 


Faça o que ama ou ame o que faz, seja feliz, volte sempre aqui e continue brilhando! 🌟

 trabalhar

Namastê!

Renata Rocha

 

 

Comments

comments