EM QUEM VOCÊ ANDA FOCANDO SUA ATENÇÃO?

MACACO QUE NÃO OLHA PARA O PRÓPRIO RABO…

 

Quem nunca se pegou analisando e julgando a conduta de outras pessoas? É muito fácil dar nota ao comportamento do outro. Aliás, tem posição mais confortável do que a de se ocupar da vida alheia?

 

Apontar, julgar e criticar é se manter na zona de conforto. É, muitas vezes, a vontade, escondida, de querer ser como o alvo. Ou do reconhecimento, disfarçado, de que não temos a coragem de fazer igual. É se esquivar, fugir do inevitável confronto com o próprio Eu.

 

Difícil mesmo é analisar a nossa própria conduta. Avaliar quem somos, o que representamos na vida do outro e como podemos melhorar. A imagem refletida no espelho pode não ser muito agradável. Normalmente, não é. Mas é algo que, cedo ou tarde, teremos que encarar.

 

Daí a escolha de seguirmos olhando para fora, julgando e vivendo a vida do outro, ou assumirmos quem somos e nos preocuparmos com o que estamos fazendo da nossa própria vida.

 

E você, em quem anda focando sua atenção?

 

 

 

Comments

comments